Buscar

Santa Catarina tem agora a maior e mais importante biblioteca sobre futebol da América do Sul

O mês de agosto terminou com uma grata e valiosa surpresa para a equipe do Museu da História do Futebol (MUHF). O Instituto Cultural Soto (ICS), mantenedor do museu, adquiriu uma das mais importantes bibliotecas sobre futebol, e que, anexada a atual, se tornará a maior biblioteca especializada em futebol da América do Sul.


Parte da biblioteca que pertenceu a Paulo Machado de Carvalho, adquirida pelo Museu da História do Futebol (MUHF) em agosto de 2021.

A coleção adquirida pertenceu a Paulo Machado de Carvalho, conhecido como "Marechal da Vitória", por ter sido o chefe da Delegação Brasileira nas copas de 1958 e 1962 e considerado o maior responsável "fora de campo" pelas conquistas. Em sua homenagem, o Estádio do Pacaembu foi batizado com seu nome.


Busto de Paulo Machado de Carvalho no Estádio do Pacaembu e lombada da encadernação que compõe o acervo bibliográfico.

Na comunicação deixou um grande legado, sendo o fundador e patrono da RecordTV, Rádio Record e mentor e proprietário da Rádio Excelsior (atual CBN), Rádio São Paulo, Rádio Panamericana (atual Joven Pan), entre outras. Contudo sua maior paixão sempre foi o futebol, estando na diretoria do São Paulo Futebol Clube entre 1934 e 1956. Foi o braço direito de João Havelange na Confederação Brasileira de Desportos (CBD).


No total foram mais de 3 metros cúbicos de papel que serão higienizados, restaurados e anexados a atual biblioteca do MUHF.

De acordo com Jules Soto, fundador e presidente do ICS, "trata-se de um arquivo bibliográfico e documental de valor incalculável, não só de futebol, mas de todas as modalidades de esporte praticadas no Brasil desde a década de 1920, que somado ao acervo que já tínhamos nos coloca no topo na área do esporte".


Vista panorâmica da exposição de longa duração do MUHF, localizada em Porto Belo/SC.

É importante salientar que a coleção adquirida representa mais de 3 metros cúbicos de papel, que necessitaram o apoio logístico da Universidade do Vale do Itajaí, parceira de longa data do ICS. Todo acervo será triado, inventariado e passará pelos processos de higienização e restauro.

Não há uma estimativa de data, mas Soto ressalta que toda a biblioteca estará disponível para consulta de estudantes e pesquisadores no Museu da História do Futebol, localizado em Porto Belo: "Santa Catarina estabelece com esta biblioteca um novo marco no estudo da história do esporte no Brasil e o ICS tem orgulho de ser peça fundamental neste processo!".




51 visualizações0 comentário